S

 

 

SAFO (g)  Poetisa grega contemporânea e rival de Alceu, célebre por suas poesias líricas. Tendo-se apaixonado por faonte e não sendo por ele correspondida, precipitou-se no mar do alto do rochedo de Lesbos     

levantaram-lhe templos e tributaram-lhe honras divinas. Deram-lhe o nome de Décima Musa.

 

SÁTIROS (Os) (g)  conhecidos também por Faunos e Silvanos. moravam nos bosques, cuja guarda lhes estava incumbida. Alegres, maliciosos, formavam a escolta de Baco e tomavam parte nomes de Faunos e Silvanos eram desconhecidos entre os gregos que designavam pelo nome de Sátiros todos os deuses que tinham pés de cabra.

 

SATURNO (r) ou  CRONOS (g) Era filho de Urano, esposo de Cibel, e pai de Júpiter, de Netuno, de Plutão e de Juno. Uma promessa que fizera a Titã obrigava-o a devorar os filhos assim que nascessem. Cibele para salvar Júpiter, pôs, no seu lugar, uma pedra que Saturno engoliu logo. Mais tarde Júpiter destronou o pai e expulsou-o do céu.Saturno fugiu para o Lácio onde fez florescer a idade de ou, a paz, a abundância e ensinou aos homens a agricultura.

 

SELENE (g) Deusa grega da Lua, filha de Hipérion ou Palase Eurifessa ou Teia. Identificada com Ártemis (Diana), corre através do céu numa carruagem tirada por dois cavalos brancos.

 

SEMELE (g) Filha de Hermione e de Cadmo, residia na cidade de Tebas, na Beócia. Júpiter amava-a e por isso Juno tramou sua perda. Disfarçada em pessoa amiga, persuadiu-a a que pedisse a Júpiter que lhe aparecesse em toda a sua glória. Ela assim fez apesar da resistência de Júpiter e este desceu do Olimpo, cercado de nuvens, trovões e raios. O palácio incendiou-se e Semele ficou reduzida a cinzas.

 

SERÁPIS (g) Epíteto de Osíris, deus egípcios dos mortos. Os gregos e romanos identificaram-no com Zeus e Plutão.

 

SEREIAS (g)  Espécie de fadas cantoras, eram filhas de Calíope e do rio Aquelou e habitavam a Sicília. Sua ilha vizinha do cabo Pelore. Sua presença era anunciada por um murmúrio harmonioso e seucanto era mágico. Suas vozes chegavam ao coração dos marinheiros que para ouvi-las melhor, adiantavam o corpo insensivelmente sobre as águas, nas quais penetravam para não mais voltar.

 

SIBILAS (g) As Sibilas eram virgens que prediziam o futuro. A mais conhecida é a Sibila de Cumas.

 

SILVANOS (g)  Gênios dos bosques e campos, semelhantes aos faunos.

 

SOL (r) Deus romano do Sol.