Anjos

 

Hoje, ao levantar-me, ouvi barulho no céu, pareciam móveis sendo arrastados, rojões estourando, clarões de raios e finalmente a chuva grossa e forte, às 4 horas da tarde escurecer parecia noite, era a poeira do céu que  caía. Assustei-me e voltei às pressas para casa. Inquieta perguntava o que está acontecendo... Adormeci, e vi espíritos iluminados que mais pareciam vaga-lumes dançando na imensidão azul. Levaram-me ao céu, paraíso de Deus, ao chegar quase não acreditei, era um corre-corre pra cá, corre-corre pra lá. Amedrontada perguntei: Por que?

O arcanjo sério falou: Você não sabe mãe, estamos preparando uma grande festa, um grande espetáculo, um acontecimento maravilhoso e grandioso que é muito difícil ocorrer. Bendito aquele que pode observar a verdadeira festa. Sabe o próprio Deus está cuidando dos detalhes, Maria reza e agradece por esta grande realização, e os espíritos iluminados e os arcanjos já separaram suas vestimentas de gala e já ensaiam a coreografia que Maria emocionada faz questão de dirigir. Jesus feliz aguarda o compromisso no seu traje de linho impecavelmente branco, enquanto abençoa a Terra.

         O que vai acontecer, tornei a perguntar, e fico sem palavras ao ouvir o arcanjo dizer exultante: Pode haver alegria maior para o céu? O sinal que Deus esperava de que o mundo ainda tem jeito. O casamento de dois anjos, que saíram do céu e se encontraram na Terra. O anjo Rita e o anjo Ariel.

 

                                   Cati Berra  09/10/2003