Correios transcrevem cartas para o código braile

Publicidade da Folha Online

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u334207.shtml

 

Funcionários dos Correios iniciam nesta sexta-feira a transcrição gratuita de
correspondências da escrita comum para o braile, sistema de escrita em
relevo criado para pessoas com deficiências visuais.


Com o serviço, deficientes visuais de todo o país poderão enviar e receber
correspondências no código braile. Correspondências em braile também serão
transcritas para a escrita comum. O objetivo do serviço é dar autonomia aos
cegos.

Para utilizar o serviço de transcrição, os interessados, deficientes visuais ou
não, devem postar as correspondências em qualquer agência dos Correios do
país para  a Central Braile, que funcionará em Belo Horizonte.

Será cobrada apenas a tarifa normal de postagem para correspondência
comercial ou não comercial.