Exemplo de perseverança

Pedro Henrique Távora Niess

 

Ela jamais deixou de acreditar nos seus ideais.

Mais que isso, jamais deixou de lutar para alcançar os seus objetivos.

Muitas pessoas têm fé, mas imaginam que apenas ter fé seja suficiente para conseguir o que almejam, deixando a parte difícil para Deus.

Outros agem, com lealdade, com firmeza, com alegria, com perseverança, para não permitir frustrações e não ficar apenas na sua esperança de que as coisas aconteçam só por obra do destino. Não jogam tudo nas mãos de Deus, como aqueles que se limitam a esperar que os sonhos se concretizem “se Deus quiser”.

Estes são os poucos escolhidos dentre os muitos chamados. Escolhidos, não através de um jogo disputado sem nenhum critério; escolhidos porque fizeram-se escolher, passando com distinção pelas diversas e difíceis etapas que a vida indistintamente apresenta.

Aparentemente, alguns iniciam essa jornada mais preparados do que os seus concorrentes, porque contam com mais força física, mais agilidade de pensamento, melhor condições gerais, inclusive econômica. E inúmeras vezes decepcionam.

Outros, porém, trazem virtudes escondidas capazes de superar aquelas “vantagens”, e porque são secretas surpreendem.

Dentre essas pessoas escolhidas figura sem dúvida, Rita de Cássia.

Nunca a vi deprimida, descrente, sem entusiasmo, sem credo.

A única vez em que a vi quieta, de olhos fechados ao que parecia ausente deste mundo, ela orava. Eu lhe falei que ela devia falar alto com Deus para que Ele a ouvisse, e ela me ensinou que Deus ouve com o coração.

Pedi ao Senhor que a ajudasse nas suas batalhas. Tendo síndrome de Dowm quais seriam os seus desejos? Pois pedia ajuda Dele para estudar, conseguir um bom emprego, casar com o homem que amava.

Senti pena da Rita. Todos os seus desejos, normais para alguém de sua idade, estavam distantes de qualquer um, mas, muito mais dela.

Nunca a vi desanimar, apesar de rejeitada em escolas e trabalhos que ela mesma tomava a iniciativa de procurar. E o casamento... muitas pessoas “normais” viam-no como algo “anormal”, consideradas as circunstâncias, tendo-lhe sido sugerido tratamento psicológico para que afastasse essa idéia.

Rita nunca se deu por vencida, sempre consciente de que é uma pessoa especial.

Rita é mesmo uma pessoal muito especial.

Contrariando as expectativas negativas estudou, conseguiu seu emprego, casou com seu amado.

E ela sabe que um mundo ainda melhor será conquistado.

Rita de Cássia, batalhadora, vencedora, exemplo de fé, de confiança, agradeço-lhe o quanto aprendo, com você, a cada dia. Eu tenho muito orgulho de ser seu tio.